Conselhos21 maio 2024

Cozinha aberta ou fechada?

Cozinha aberta ou fechada?

É preciso recuarmos ao passado para compreender que as cozinhas sempre foram lugares de socialização.

É preciso recuarmos ao passado para compreender que as cozinhas sempre foram lugares de socialização: da cozinha aberta, com forno e lareira, na quinta ou na casa de campo, às modernas kitchenettes do apartamento urbano, passando pela cozinha independente que opta por isolar as atividades da confeção e manuseamento dos alimentos e utensílios, todas as configurações atraem inevitavelmente os habitantes ou visitantes da casa a este espaço numa sedução intemporal pelos aromas e tertúlias que acompanham o tempo aqui passado e que antecede as alegrias da mesa.

Assim, a cozinha é tendencialmente o coração da vida social e também o centro da atividade doméstica, porque sim, uma casa dá trabalho! É na cozinha que, não só se preparam refeições, como habitualmente é aqui (ou numa divisão imediatamente anexa a esta) que se alinham todos os eletrodomésticos e onde se localiza uma boa parte das áreas de arrumos.

Não existem, na verdade, cozinhas melhores do que outras a não ser pela dimensão, pelo nível dos equipamentos e do mobiliário, mas tudo isto são questões de capacidade económica. A escolha entre uma cozinha aberta ou fechada depende apenas das preferências pessoais, do estilo de vida, do espaço disponível e das considerações estéticas de cada um. Ambas as opções têm vantagens e desvantagens, e a decisão final deve refletir as necessidades e gostos específicos de quem utiliza o espaço.

Se nunca pensou muito no assunto e não tem uma ideia muito formada acerca da melhor solução para a sua família, enumeramos abaixo alguns pontos a considerar e caracterizam as vantagens e desvantagens de cada uma das duas tipologias:

Cozinha Aberta

Vantagens:

Sociabilidade: Uma cozinha aberta cria um ambiente mais social, permitindo que quem está na cozinha interaja com pessoas em outras áreas da casa, como a sala de estar ou a sala de jantar. Isso é particularmente vantajoso em situações onde a socialização durante o preparo das refeições é valorizada.

Melhor circulação: Particularmente em casas de áreas reduzidas, a eliminação de barreiras físicas não só atribui uma maior amplitude ao espaço como atribui maior fluidez à circulação entre as divisões. Ganha-se em espaço e em conectividade entre todos.

Luz e espaço: Cozinhas abertas geralmente permitem que a luz natural flua através do espaço, criando uma sensação de amplitude e conectividade visual. Isso pode ser igualmente benéfico em ambientes menores.

Entretenimento e entreajuda: se gosta de receber convidados, uma cozinha aberta permite que os anfitriões estejam envolvidos nas atividades sociais enquanto preparam a comida e induz na partilha das tarefas posteriores à refeição.

Desvantagens:

Cheiros e ruídos: uma das preocupações com as cozinhas abertas é a possibilidade de que os cheiros provenientes da preparação dos alimentos se espalhem pela sala de estar. Além disso, o ruído gerado durante a confeção das refeições, dos eletrodomésticos ou durante a fase de limpeza propaga-se pelos outros espaços, o que é sempre um inconveniente.

Manutenção e organização: uma cozinha aberta requer uma atenção especial à organização e limpeza, uma vez que está mais exposta aos outros ambientes. Manter a cozinha arrumada e organizada torna-se essencial para manter uma estética agradável e convidativa.

Privacidade e separação: em ocasiões em que é necessária privacidade ou separar a cozinha do restante da casa, como durante uma festa ou quando se deseja esconder o caos depois do banquete, uma cozinha aberta pode não oferecer essa opção.

Estética e arrumação: uma cozinha aberta obriga a um maior cuidado no desenho de integração com os ambientes anexos, o que implica uma escolha criteriosa de todos os equipamentos e revestimentos para que se tenha uma sensação agradável de continuidade. Além do mais a disciplina de arrumação deve ser mais exigente, pois a desordem nos equipamentos da cozinha é particularmente visível e contamina toda a envolvente.

Cozinha Fechada

Vantagens:

Privacidade e barulho: Cozinhas fechadas oferecem mais privacidade, impedindo que ruídos da cozinha se espalhem pela casa e perturbem o convívio ou a concentração que uns e outros estejam a vivenciar na mesma fração.

Estilo e organização: Algumas pessoas preferem a estética mais organizada e discreta de uma cozinha fechada, onde os utensílios e a desordem da cozinha não são imediatamente visíveis para quem está fora do espaço.

Cheiros: Cozinhas fechadas facilitam o controle dos odores provenientes da culinária, impedindo que se espalhem rapidamente por toda a casa.

Desvantagens:

Menos socialização: Cozinhas fechadas podem resultar em isolamento social, especialmente se alguém estiver na cozinha enquanto outros membros da família ou convidados estiverem em áreas comuns. Isso pode limitar a interação e a participação social durante a preparação das refeições.

Calor e cheiros: A falta de ventilação pode levar a um acúmulo de calor e retenção de odores na cozinha. Sem uma boa circulação de ar, os odores da culinária podem permanecer na cozinha por mais tempo, sendo necessário um sistema eficiente de exaustão.

Falta de flexibilidade: Uma cozinha fechada pode limitar a flexibilidade no design e na adaptação do espaço. Mudanças estruturais ou reformas podem ser mais desafiadoras em comparação com uma cozinha aberta.

Ao tomar a decisão, considere o seu estilo de vida, assim como os hábitos da família e o layout geral da casa. Se possível, visite casas com cozinhas abertas e fechadas para ter uma experiência prática e avaliar o funcionamento das duas opções.